Plásticos Industriais

A Majestic, empresa brasileira especializada na produção de soluções em plástico, tem voltado seus esforços ao setor industrial por meio de seu portfólio diferenciado de plásticos de engenharia, que acompanham a modernização do setor como matéria-prima para aplicação em processos distintos.

Caracterizados por versatilidade e desempenho, os plásticos de engenharia, também conhecidos como plásticos industriais, são mais resistentes e estáveis se comparados a outras classes mais comuns, como os usados na produção de itens triviais como cadeiras, garrafa PET ou sacolas.

Trata-se de um plástico mecânico, adequado para inserção em estruturas e processos que exigem maior resistência mecânica, térmica, à tração de ruptura, química e às intempéries, garantindo a assertividade necessária para a efetividade das rotinas produtivas.

Diante do seu potencial, esse tipo de plástico tem sido buscado pelos negócios para substituição de materiais como aço, cerâmica ou metal, seja na criação de peças específicas ou no desenvolvimento de projetos completos do zero, tornando-se realidade nos segmentos alimentício, de mineração, agropecuário, automobilístico, moveleiro, aeronáutico, entre outros.

Soluções em plásticos de engenharia

O portfólio da Majestic apresenta opções em duas frentes distintas. A primeira engloba plásticos industriais semiacabados, produzidos em formato de bastão, chapa ou tubo. A segunda trata da personalização dos produtos semiacabados, adaptando-os conforme necessidades das empresas por meio do processo de usinagem.
Entre os plásticos fornecidos pela Majestic estão Nylon, Polipropileno, PVC, Policarbonato, PTFE, UHMW, Polietileno de alta intensidade (PEAD), Poliacetal (POM), e outros.

Características técnicas

Os plásticos de engenharia ganham espaço nas rotinas industriais pela alta resistência mecânica, ótima usinabilidade e estabilidade dimensional, boa resistência química, mecânica e a desgaste, além de sua versatilidade de forma e tamanho e possibilidade de aplicação em variadas temperaturas.

A matéria-prima também se destaca pela estabilidade dimensional e leveza se comparada ao aço. Ademais, ajuda a reduzir o uso de graxa, já que dispensa lubrificação e, consequentemente, auxilia na redução do custo e do peso das peças fabricadas a partir dela.

Outro ponto a ser considerado na hora de escolher o plástico industrial como alternativa aos componentes de aço, cerâmica ou metal, é que eles não atuam como condutores e ocupam o lugar de plásticos tradicionais em aplicações que não envolvem tecnologia ou envolvem técnicas incomuns, funcionando como um verdadeiro precursor de inovação em muitos segmentos.